Reforma da Escola Municipal João XXIII gera entusiasmo entre os moradores

Escola centenária de Japeri ganha novas acomodações após oito anos de obras paralisadas

Com mais de 100 anos de existência e considerada patrimônio histórico de Japeri, a Escola Municipal João XXIII vai voltar a receber os futuros profissionais do município. É que a Prefeita, Dra Fernanda Ontiveros, retomou a reforma da unidade escolar, que terá uma infraestrutura completamente nova. As obras estavam paralisadas desde 2014 e voltaram a todo vapor. No entanto, os estudantes não foram prejudicados, pois estão assistindo as aulas, provisoriamente, no CIEP 206 – Cyrene Moraes Costa.

A notícia da continuação da obra trouxe lembranças e sentimentos aos ex-alunos e funcionários que fizeram parte dessa história. Hoje, graças a atual gestão, o lugar que formou médicos, engenheiros, professores e vários profissionais pode continuar o seu legado.

A própria Prefeita Fernanda Ontiveros tem boas lembranças da época que sua mãe, Silvia Ontiveros, lecionava na escola. “Minha mãe, a professora Silvia Ontiveros lecionou por muitos anos na João XXIII (quando ainda era uma escola estadual), corri muito no pátio e comi muita merenda gostosa lá”, lembrou a gestora da prefeitura, que está investindo R$3,4 milhões na reforma e ampliação do antigo prédio.

Assim como a Dra. Fernanda, a secretária de Educação, Carol Ontiveros, tem muitos motivos para celebrar a retomada da obra da unidade escolar. “Estou muito feliz de poder, na minha gestão, dar continuidade a esta obra em um local que nos traz tantas memórias. Quando criança minha mãe nos levava com ela para aquele local que, com certeza, me inspirou a escolher o magistério como profissão.”

A japeriense, Ana Lucia Torres, atualmente funcionária pública e moradora de São Paulo, concluiu a terceira série do primário na Escola Municipal João XXIII em 1992, ano no qual o município foi emancipado. Em sua memória ainda pairam o acolhimento dos professores, diretores e colegas de classe. “Tive pouco tempo de experiência escolar e já estava com 11 anos quando concluí a terceira série. O apoio dos profissionais na época foi fundamental para a minha formação. Os ensinamentos me fizeram chegar aonde estou hoje”, recordou, a funcionária pública.

O professor Luiz Henrique lecionou na escola e está na lembrança dos ex-alunos,que como ele estudou na unidade escolar

Em comentário no facebook sobre a retomada das obras da unidade escolar, no dia 9 de junho, a ex-estudante Michele Vaz da França lembrou com carinho da merendeira “dona Gracinha” e do porteiro “tio João”. “Eu estudei na minha infância lá. Lembro do professor Henrique e de quantas aulas de tabuada eu tive com ele… São muitas lembranças boas”, ressaltou Michele, que gostaria que os filhos estudassem lá.

O professor da tabuada do qual a ex-aluna se refere, com tanto carinho, é o professor Luiz Henrique da Costa, 59 anos, que deu aula durante 10 anos para as turmas de primeira à 4ª série do ensino fundamental. Luiz também foi vizinho da antiga escola, quando ainda era Estadual. Nascido em Japeri, ele migrou de aluno para docente. Época a qual, segundo ele, guarda as melhores lembranças.

Atualmente, Luís Henrique faz parte da área pedagógica da Secretaria Municipal de Educação. Ele diz que, no ano passado, teve a oportunidade de ingressar na Secretaria Municipal de Educação. Ficou sensibilizado ao visitar a antiga escola e vê-la completamente destruída e está grato a prefeita pela retomada da obra.

“Na minha formação de professores fui estagiário e voluntário da escola, onde passei a ser professor. Carrego o orgulho de fazer parte da história da Escola Municipal João XXIII. O lugar é um pedaço da minha vida. Sempre fomos conhecidos como uma família”, conta o professor.

Sobre a obra

De acordo com técnicos da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, além da reforma do antigo prédio será construído um prédio anexo. No total serão 10 salas de aulas, banheiros, sala de informática, biblioteca, refeitório, auditório, quadra poliesportiva. No antigo prédio ficarão instaladas a parte administrativa, com secretaria, sala de diretores e sala dos professores, sala de leitura.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked*